Vidro Temperado

O vidro temperado passa por um processo especial de aquecimento – aproximadamente 700 graus – seguido por um rápido resfriamento, que o transforma em um material extremamente forte, resistente a choques mecânicos e térmicos, conservando as características de transmissão luminosa, de aparência e de composição química.

Características do vidro temperado

Possui resistência de cerca de quatro vezes mais se comparado à do vidro comum, devido ao conjunto de esforços de tração e compressão gerados em seu interior pela têmpera. Isso significa que além de maior segurança, no caso do vidro temperado vier a romper -se e ocorra uma quebra, ele se fragmenta em pequenos pedaços e com arestas menos cortantes, reduzindo o risco de acidentes.

Depois de temperado, o vidro não permite novos cortes, recortes e furos. Apenas operações leves e desenhos, mas isto reduz sensivelmente a resistência do material.

Propriedades do vidro temperado

Tensão de ruptura

Vidro Comum

Vidro Temperado

400 kgf/cm2

1500 kgf/cm2

Resistência de ruptura 

Vidro 06mm

Bola de aço 900 g

Saco de areia 5000 g

Vidro Comum

0,2 m

0,8 m

Vidro Temperado

1,1 m

2,43 m

Resistência à flambagem

Um vidro temperado de 06mm de espessura de 100 x 35cm suporta uma carga axial de 1000 kg.

Módulo de elasticidade

700.000 kgf/cm2

Peso específico

2,5 kg/m2/mm

Resistência ao diferencial de temperatura

Resiste a uma diferença de temperatura entre suas faces de até 220 graus (o vidro comum rompe-se a diferença de 60 graus), porém não deve ser usado como porta corta fogo.

Dados técnicos

Dimensões máximas de fabricação – Norma ABNT

Espessura

Caixilhos (LxH)

Portas (LxH)

06mm

800 x 1600

08mm

1150 x 2200

1000 x 2200

10mm

1400 x 2600

 1000 x 2200

Empenamento máximo da chapa em mm/m/L – Norma ABNT

Espessura

 Autoportante

Caixilhos

06mm

3 mm/m

4 mm/m

08mm

2,5 mm/m

3,5 mm/m

10mm

2,5 mm/m

3,5 mm/m

Nota: Empenamento é o máximo afastamento da chapa de vidro em relação a um plano horizontal.

Furos

O vidro temperado só pode ser furado antes da têmpera. Tolerâncias para os diâmetros e localizações dos furos:
– Diâmetro mínimo = espessura da chapa;
– Diâmetro máximo = 1/3 da largura da chapa.

Posição dos furos:

– A distância mínima entre a borda do vidro e a borda do furo deve ser 3 vezes a espessura da chapa;
– A distância mínima entre a borda do furo e o canto é de 6 vezes a espessura da chapa;
– A distância mínima entra a borda de dois furos deve ser 3 vezes a espessura da chapa.